Veja

25 agosto 2016

Senado começa nesta quinta a julgar Dilma por crime de responsabilidade


Começa às 9 horas desta quinta-feira (25) o julgamento da presidente afastada Dilma Rousseff, pouco mais de quatro meses depois de o processo de impeachment chegar ao Senado.
Os senadores atuarão como juízes e, ao final, decidirão se ela cometeu ou não crime de responsabilidade pela edição de decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso e por atrasos de repasses do Plano Safra ao Banco do Brasil.
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, presidirá a sessão e terá a seu lado o presidente do Senado, Renan Calheiros. A sessão de julgamento terá início pela arguição de oito testemunhas, sendo duas da acusação e seis da defesa.
Cada testemunha será ouvida separadamente, em depoimentos que continuarão na sexta-feira (26), podendo avançar pelo sábado e domingo, se necessário, de forma a estarem concluídos no fim de semana. Senadores inscritos junto à Secretaria-Geral da Mesa a partir de 24 horas antes do início da sessão, terão o tempo de seis minutos para fazer perguntas, seguidas de seis minutos para que a testemunha responda.
A acusação e a defesa, nessa sequência, terão dez minutos cada para formular suas perguntas diretamente às testemunhas, divididos em seis minutos iniciais e quatro para esclarecimentos complementares. As testemunhas terão o mesmo tempo e sistemática para as respostas.
Conforme o rito estabelecido, não serão admitidas por Lewandowski perguntas que puderem induzir a resposta, não tiverem relação com a causa ou repitam outras já respondidas, ainda que sejam utilizadas palavras diferentes.
Dilma Rousseff fará sua defesa em Plenário na manhã de segunda-feira (29). Os senadores poderão fazer perguntas à presidente afastada, assim como os advogados de acusação e de defesa, mas ela tem o direito de responder ou não aos questionamentos.
Já sem a presença da presidente afastada, a sessão entrará na fase de argumentações e debates entre os senadores e os advogados de acusação e de defesa. Na sequência, Lewandowski dará a palavra para manifestações finais dos senadores, que poderão se inscrever para falar por até dez minutos.
O presidente do STF perguntará então aos senadores se Dilma Rousseff cometeu crime de responsabilidade e deve ser condenada. Cada parlamentar responderá ‘sim’ ou ‘não’, por meio de votação nominal e aberta, pelo painel eletrônico.
Se pelo menos 54 dos 81 senadores responderem ‘sim’, Dilma Rousseff será definitivamente afastada da presidência da República e estará impedida de exercer qualquer função pública por oito anos. Caso contrário, ela será absolvida e reassumirá o cargo.

Os candidatos de Caicó e Currais Novos

Cinco candidatos vão disputar a prefeitura de Currais Novos e 135 candidatos a vereador. O município é o segundo colégio eleitoral do Seridó e só perde para Caicó.
Já Caicó terá 205 candidatos a vereador e 5 candidatos a prefeito. É o maior colégio eleitoral do Seridó.



 

Primeira parcela do 13º começa a ser depositada a partir desta quinta (25)

O pagamento da primeira parcela do abono anual, conhecido como 13º, dos segurados da Previdência Social começa na próxima quinta-feira (25), quando se iniciam os depósitos da folha de agosto. Os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito, terão o pagamento liberado a partir desta quinta-feira (25). Já os segurados que recebem acima do salário mínimo terão os benefícios creditados a partir do dia 1º de setembro. O pagamento da folha de agosto e a antecipação do 13º serão depositados até o dia 8 de setembro.
O calendário de pagamento de benefícios com todas as datas encontra-se disponível para consulta na página da Previdência.  O extrato de pagamento de benefícios também pode ser visualizado na internet. A Previdência Social desembolsará mais de R$ 18 bilhões somente para o pagamento da primeira parcela da gratificação a mais de 29 milhões de benefícios da Previdência Social. Veja tabela com o total de recursos do adiantamento do 13º nos estados.
Por lei, tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário como aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. No caso de auxílio-doença e salário-maternidade, o valor do abono anual será proporcional ao período recebido.



 

Rogério defende limite para gastos públicos: “Brasil precisa pensar na próxima geração, não na eleição”



Em reunião da bancada nesta quarta-feira (24), o PSDB definiu posição favorável a que o governo do presidente Michel Temer (PMDB) atue no sentido de equilibrar as contas públicas para tirar o Brasil da crise. Para isso, a legenda entende que é necessária a aprovação de reformas estruturais no país. Para o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), é fundamental fazer com que o governo entenda que é preciso criar um teto para os gastos públicos.

“Não adianta o discurso sem a prática. A ficha precisa cair para todos. Não adianta o PSDB fazer sua parte se os demais partidos da base estão cedendo às pressões das corporações. O que tem nos causado incômodo é que o Estado é uma presa das corporações. É necessário que aprovemos a [Proposta de Emenda à Constituição] PEC 241, que vai limitar os gastos em função do crescimento da inflação”, explicou.

Rogério também citou que a aprovação da PEC 241 será de extrema importância para o ajuste das contas públicas. “Vai permitir que, caso haja aumento de receita, isso possa ser utilizado para amortizar as dívidas e, eventualmente, servir de contrapartida para projetos de investimentos. O Brasil precisa pensar na próxima geração, não na próxima eleição. Esse é o recado do PSDB. Estamos pedindo ao PMDB que tenhamos uma agenda de país. Nós estamos dentro do governo, mas o governo não pode ficar claudicante no sentido de ceder às pressões das corporações para aumentar salários no momento em que há um déficit de mais de R$ 170 bilhões”, completou.

Segundo Rogério Marinho, as reformas fiscal, previdenciária, trabalhista e política são essenciais para que os custos da máquina pública deixem de aumentar e o país possa avançar. “A economia precisa urgentemente ser recomposta. Ou nós trabalhamos com austeridade para termos um ajuste fiscal de verdade, ou teremos dificuldade no futuro de recolocarmos o país nos trilhos do desenvolvimento, que é a proposta e a agenda do governo que nós estamos inseridos. O Estado não pode mais continuar nesse ciclo vicioso que é a nossa realidade atual, que constrange o país e nos coloca no sentido inverso de desenvolvimento mundial”, concluiu.



24 agosto 2016

Comissão aprova Projeto de Felipe Maia que dá direito à informação sobre horários de transportes coletivos



Com o objetivo de garantir ao usuário do transporte público coletivo acesso à informação sobre o sistema de transporte, a Comissão de Desenvolvimento Urbano, da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (09), Projeto de Lei (PL 3580/15), de autoria do deputado Felipe Maia (DEM) apensado ao Projeto de Lei (PL 3155/15) do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT) que estende as informações sobre itinerários, horários, tarifas e informações relativas ao sistema público de transporte via internet ou aplicativo de celular.

O texto modifica o dispositivo já existente da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU - Lei 12.587/12), que hoje estabelece que o usuário seja informado nos pontos de embarque e desembarque de passageiros sobre itinerários, horários, tarifas dos serviços e modos de interação com outros modais.   

Para Felipe Maia, a ideia é poupar tempo e dar, cada vez mais, informações aos usuários sobre o transporte público, antes mesmo de chegar até ao ponto de ônibus. “Todos os dias, os usuários do transporte público precisam adequar-se às linhas de ônibus, itinerários e horários para realizarem seus deslocamentos e, assim, seria melhor que eles não precisassem chegar até o ponto de ônibus para ter acesso às informações necessárias”, explica.   

O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado ainda pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Se aprovada no Congresso Nacional, a norma entrará em vigor em 90 dias.  

No ultimo dia 20 de agosto do corrente ano, foi o aniversário de SILVINO ARAÚJO "COLOMBITA", estivesse vivo, completaria 96 anos de idade.




Nós do Blog de Currais Novos, a família de Silvino Araújo, mais conhecido por “COLOMBITA”, registramos que no ultimo dia 20  de agosto do ano,  foi o aniversário de nascimento de SILVINO ARAÚJO (COLOMBITA), estivesse vivo, completaria seus  96 (noventa e seis), anos de idade, nascido em  de agosto de 1920, falecido em 13 de dezembro de 1988, essa data sempre é lembrada por sua família, seus amigos e amigas, pedimos ao salvador do mundo JESUS CRISTO, possa encontra um lugar em vosso lado, para esse ser humano, que quando estava entre nós, procurou fazer o bem sem olha a quem.

Governo Temer promete abrir linha de crédito para beneficiários do Bolsa Família



Numa tentativa do presidente em exercício Michel Temer de conseguir, depois do julgamento definitivo do impeachment de Dilma, o apoio da camada mais pobre da população, o governo prepara um pacote de crédito voltado para as famílias de baixa renda beneficiárias dos programas Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida. O pacote de crédito para o Bolsa Família deverá ser anunciado no final de setembro, assim como o do Minha Casa Minha Vida.



 

23 agosto 2016

Possível “vitimização” de Dilma não convencerá senadores, diz Agripino

Na semana em que o Senado fará o julgamento final do processo de impeachment de  Dilma Rousseff, o  presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), aposta na repetição do placar da votação que aprovou o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), quando foram 59 votos a favor e 21 contra “Menos de 59 votos certamente não haverá. Poderá haver um ou dois votos a mais. Já são nove meses de intensa discussão, um longuíssimo debate, com todos os elementos muito conhecidos, tanto da defesa quanto da acusação”, ressaltou.  “Não creio que ela tenha elementos jurídicos suficientes para reverter votos”, acrescentou.

De acordo com o senador potiguar, uma possível “vitimização” por parte de Dilma Rousseff não irá convencer os senadores, nem os brasileiros.  “Se o povo entendesse que Dilma ainda tem algo a oferecer, a vitimização poderia até funcionar, mas o país, sob seu comando, estava entregue à própria sorte”, criticou. “O Brasil entende que, se Dilma retornasse, voltaríamos à escala decrescente que nos encontrávamosPor essa razão, a prática da vitimologia não adiantará em nada”, destacou. 

Sobre as sucessivas acusações do PT e aliados de que o impeachment não passa de um golpe, o parlamentar frisou que todo o processo seguiu “rigorosamente o cumprimento da constituição” e que, por isso, não tem sentido receber esta conotação.
 
“Essa história de golpe é uma tirada política para animar aqueles que são petistas e que precisam de algum tipo de argumento. Tudo está sendo rigorosamente cumprido com base na constituição. A começar pelo fato de que, nesta reta final, quem preside todos os trabalhos é o presidente do Supremo Tribunal Federal, ou seja, a suprema corte do país. Além disso, a própria presidente afastada já avisou que vem ao Senado apresentar suas razões e argumentações”, disse. “Tudo dá ao Brasil e ao mundo o carimbo da legitimidade de um processo que está previsto claramente na constituição brasileira”, continuou o senador.

A fase final do processo de impeachment de Dilma terá início nesta quinta-feira (25) e deverá durar uma semana.
 
 

Dilma ‘afastada’ por 60 votos. Agripino fala em 59. Confira

A presidente-ré Dilma Rousseff e seus comparsas devem ser afastados definitivamente do poder, no final deste mês. O ministro-chefe da Casa Civil do governo Michel Temer, Eliseu Padilha, por exemplo, afirmou à Rádio Estadão nesta segunda-feira que a expectativa de sua equipe é de que a votação final do processo de da presidente ré, Dilma Rousseff (PT), no Senado, “deve ter entre 60 e 63 votos favoráveis. “Deveremos ter entre 60 e 63 votos a favor do impeachment”, disse o ministro, emendando: “Sendo conservador, deveremos ter 61 votos.”
“Governo enquanto interino deixa interrogações, é natural”, afirmou. “Com governo definitivo, teremos de conter a expansão da dívida pública e reformar o nosso sistema previdenciário”, disse.
O líder do Democratas no Senado, Agripino Maia (RN), disse nesta segunda-feira que a expectativa dele é que o afastamento definitivo de Dilma terá 59 votos, o mesmo número que aprovou o a pronúncia no último dia 11 de agosto.


placar de dilma


Fonte: Blog de Robson Pires

22 agosto 2016

Felipe Maia debate ativação de leitos pediátricos do Huol com membros do movimento Criança Viva


O deputado federal Felipe Maia recebeu no final da manhã da segunda-feira (22) o coordenador do movimento Criança Viva, médico José Madson Vidal e os representantes do projeto Fabiana Gondim e Fred Alecrim. Na pauta do encontro, a ativação dos leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol).               
No Huol, existem cinco leitos de UTI pediátrica que precisam de profissionais para atender a população. Para o coordenador da bancada federal do RN, o pleito merece toda a atenção e empenho da classe política potiguar: "Acompanho o trabalho do médico Madson Vidal e sei das dificuldades encontradas no setor. Somente no Rio Grande do Norte, existe um déficit de 200 leitos de UTI pediátrica", comentou Maia.

60 a 63 votos a favor do Impeachment de Dilma


O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou em entrevista à Rádio Estadão a expectativa do governo interino de Michel Temer (PMDB) com a votação final do processo de impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT) no Senado. “Deveremos ter entre 60 e 63 votos a favor do impeachment”, disse o ministro, emendando: “Sendo conservador, deveremos ter 61 votos.”

EMPARN registra chuvas em 27 postos pluviométricos

Da manhã de sexta-feira (19) até a manhã desta segunda-feira (22), a Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN) registrou chuvas acumuladas em 27 postos pluviométricos monitorados pelo estado. As chuvas mais fortes ocorreram nas mesorregiões Leste e Agreste.
Na mesorregião Leste, choveu mais forte em Nísia Floresta, 72,3mm, seguida por Goianinha, 61,0mm; Parnamirim (Base Física da EMPARN), 55,7mm; Senador Georgino Avelino, 44,2mm; Canguaretama, 43,2mm; Natal, 40,4mm; Pureza, 31,9mm; Baía Formosa (Destilaria Vale Verde), 25,8mm; São Gonçalo do Amarante (Base Física da EMPARN), 21,7mm; Montanhas, 11,2mm e Ceará-Mirim, 4,0mm.
Na mesorregião Agreste, foram registradas chuvas em Monte Alegre, 58,0mm; Lagoa de Pedras, 34,6mm; São Pedro, 31,0mm; Santo Antônio, 27,0mm; Tangará, 26,5mm; Ielmo Marinho, 25,5mm; Bom Jesus, 24,3mm; Rui Barbosa, 22,0mm; Serrinha, 21,4mm; Boa Saúde, 15,6mm; São Paulo do Potengi, 15,0mm; João Câmara, 11,4mm; Sitio Novo, 11,0mm e Passa e Fica, 7,5mm.
Na mesorregião Central, choveu apenas em Jardim de Angicos: 16,0 milímetros (mm). Já na mesorregião Oeste do RN não foram registradas precipitações durante o período. Para o restante desta segunda-feira, a previsão é de predominância de céu parcialmente nublado a claro. As temperaturas variam entre 23ºC e 29ºC.




Reclamação do Povo, Retirada do Lixo existente no final do Calçamento da Avenida Tungsêntio, no cruzamento com a Rua Águas Marinhas, bairro JK.






Reclamação de vários moradores da Avenida Tungstênio, para que a Prefeitura de Currais Novos possa fazer a retirada, do lixo existente, no final do calçamento do cruzamento da Avenida Tungstênio e Rua Águas Marinho, é triste essa imagem, para quem passa pelo referido local.


Uma jovem morreu e três pessoas ficaram feridas em grave acidente envolvendo duas motos próximo a Cerro Corá

Vítima fatal do acidente.
Vítima fatal do acidente e a moto que ela pilotava.

Uma jovem, que ainda não foi identificada, morreu agora a pouco em um grave acidente motociclístico próximo a Cerro Corá. A moto, uma Pop 100, que era pilotada pela vítima, bateu de frente com uma moto Yamaha YBR. Mais três pessoas ficaram feridas, entre elas, um bebê de menos de um ano de idade, que seria filha da vítima fatal do acidente.
As informações é que a tragédia aconteceu entre a cidade de Cerro Corá e a comunidade Ipueiras, mais precisamente na localidade conhecida por “Lixão”.
Ainda não se tem informações do estado de saúde dos feridos.
Moto Yamaha que colidiu de frente.
Moto Yamaha que colidiu de frente.




21 agosto 2016

Moradores reclamam da falta de água, o problema persiste a mais de 45 dias em algumas casas

Moradores da Avenida Cândido Dantas, no bairro parque dourado II, reclamam da falta de água há mais de 45 dias em locais mais baixos chega na torneira, porém não chega a caixa e nos locais mais alto, nem esperança de água na torneira. E hoje que é dia do setor nem uma gota nas torneiras, nem no período que não tinha água a situação chegou a um ponto tão crítico.

Vários moradores já foi até a CAERN, a mesma está ciente do problema e já mandou pessoas ao local, porém até o momento não chegou uma solução. Esperamos que solucionem o mais breve possível.